english
8 Curtas-metragens 35 mm


ARTE PÚBLICA 1967 – arte contemporânea 14:28min

Focalizando, em seus ateliês, os artistas plásticos Abrahan Palatnik, Antonio Dias, Carlos Vergara, Glauco Rodrigues, Helio Oiticica, Lygia Pape, Lygia Clark, Pedro Escosteguy, Rubens Gerchman, Tomoshige Kusuno, Wesley Duke Lee, e a 9ª Bienal de São Paulo.

Apresentado no Festival de Cinema de Brasilia, 1968, selecionado pela Bienal de Paris, 1968, apresentado no Information Exhibition, MOMA Museum of Modern Art, Nova Iorque, 1970 no Museum of Fine Arts, Houston, 2004, no Musée des Beaux Arts de Nantes, 2005, e agora no Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Madri, 2011


Música
Paulo Machado de Barros
Fotografia
Affonso Beato

Direção

Jorge Sirito e Paulo Martins



A CIDADE CRESCE PARA A BARRA 1970 – plano do urbanista Lucio Costa 10:18min

Focalizando cenas aéreas e terrestres da Barra da Tijuca, na época totalmente deserta e o plano de Lucio Costa e Oscar Niemeyer, para a expansão da cidade em direção à Barra.

Prêmio Anual Instituto de Arquitetos do Brasil, 1970, pela direção do filme.

Mostra de Arquitetura 2003, Museu de Arte Moderna, RJ

Apresentado no Centro de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro, 2010

Música original
Luis Bonfá
Fotografia
Roland Henze
Direção
Paulo Martins





CORPOS, 1976 – filme experimental 3:54min

O primeiro encontro, um homem e uma mulher, no Centro do Rio de Janeiro, vazio em um domingo - com os atores Americo Calheiros e Petty Pesce

Fotografia
Dileny Campos
Direção
Paulo Martins



VIVENDO OS TOMBOS, CARVOEIROS 1977 – documentário 10min

Trabalho escravo, medieval, da extração e fabricação do carvão vegetal, em Pompeu, MG

Premiado pelo Festival de Curtas-Metragens do Jornal do Brasil, 1977

Prêmio Margarida de Prata 1978 da CNBB, Confederação Nacional dos Bispos do Brasil

Indicado pelo Cannes Film Festival, França, 1978

Fotografia e direção
Dileny Campos
Produzido por
Paulo Martins





PAULO MOURA 1978 – documentário 11:42min

Filmado no Morro da Mangueira, RJ; o saxofonista, clarinetista, maestro e arranjador Paulo Moura conta fatos da sua vida e apresenta algumas músicas.

Apresentado no V Festival Internacional de Curtas, SP, 1994
4 semanas em cartaz no Cine Veneza, RJ, em complemento do longa metragem The Art of Love, Arthur Rubinstein, de François Reichenbach.

Produzido por
Flávio Tambellini
Fotografia e direção
Paulo Martins




CANOA QUEBRADA 1979 – documentário, filmado no Ceará 16:17min

A descoberta de Canoa Quebrada pelo turismo e sua degradação pelo progresso.

Apresentado no Festival de Curtas-Metragens do Jornal do Brasil, RJ

Produzido e fotografado por
Paulo Martins
Direção
Carlos Cermelli



MARRAPAIÁ 1980 – documentário, filmado em Cunha e Paraty 13:32min

Festa tradicional de Paraty, com danças e música.

Apresentado no Festival de Curtas-Metragens do Jornal do Brasil, RJ

Produzido e fotografado por
Paulo Martins
Direção
Carlos Cermelli


O QUE OS INDIOS GUARANIS FORAM FAZER EM S.PAULO 1980 - documentário, filmado na selva em Guarujá - e no centro da cidade de SP 7:46min

Fugindo de dificuldades, uma tribo de índios guaranis do Paraná acaba virando camelô, no Viaduto do Chá, Centro de São Paulo.

Co-produzido por
Beca Produtora, SP
Fotografia e direção
Paulo Martins
Longa-metragem 35 mm  

IPANEMA ADEUS 1974 - drama, 83 minutos

IPANEMA ADEUS é um filme sobre a possibilidade do sonho, da superação do cotidiano. O personagem central é Carlos, um jovem executivo, bom salário, casado com uma bela mulher, dono de um confortável apartamento em Ipanema, carro do ano, três lindos filhos, frequentador dos chopinhos e das praias do lazer. Tudo isto poderia fazê-lo feliz. Mas isto é o cotidiano.

Carlos larga tudo e decide ser pescador em Porto Seguro, litoral sul da Bahia. Isto é o sonho. Uma mulher aceita o convite para acompanhá-lo: Gilda. Mas quando chegam ao “paraíso”, ela tenta convencê-lo de que ele não tem vocação para pescador, e sugere que ele pense num empreendimento hoteleiro em Porto Seguro. Em seguida, Gilda decide voltar para o Rio. O cotidiano começa cercar o sonho. De volta ao Rio, Carlos percebe que o sonho acabou. IPANEMA ADEUS é um drama que, certamente, já passou pela cabeça de todos nós.


Música
Guilherme Vaz
Fotografia
Dileny Campos
Roteiro e direção
Paulo Martins

Elenco

Hugo Carvana, Monique Lafond, Bibi Vogel, Claudio Cavalcanti, Milton Gonçalves, Nildo Parente
Todos os filmes produzidos pela TOTEM CINE PRODUÇÕES LTDA
Registrada na ANCINE Agência Nacional do Cinema, Rio de Janeiro